A Embraer comunicou por meio de fato relevante, ter firmado um contrato de venda de 16 novas aeronaves E175 para a SkyWest. Com entrega prevista para 2022, os aviões possuem 76 assentos e irão operar na rede da Delta Air Lines. O valor do contrato, que será incluído na carteira de pedidos (backlog) da Embraer do terceiro trimestre, é de US$ 798,4 milhões. A SkyWest é a airline que opera mais aeronaves do tipo E175 no mundo, de acordo com a SkyWest, que já conta com outros 71 jatos do mesmo tipo.

“A excelente parceria com a SkyWest continua com esse novo fornecimento para a Delta Air Lines”, disse em nota Mark Neely; diretor de marketing e vendas da Embraer Aviação Comercial para as Américas. “O E175 é a espinha dorsal do mercado regional da América do Norte”, afirma.

“Com essas aeronaves, teremos cerca de 240 aviões do modelo E175 operando com companhias aéreas na América do Norte. Estamos orgulhosos por alcançar dois milhões de horas de voo no E175 este mês. Nossos clientes adoram o E175 e temos grande confiança na nossa parceria com a Embraer; a qual apreciamos muito”, disse o presidente da SkyWest, Chip Childs.

Impacto: Positivo. Este anúncio vem poucos dias após a Embraer comunicar outra venda de jatos a airline canadense Porter Airlines, corroborando com a tese de recuperação que a fabricante brasileira vem apresentando. Vemos a empresa em um bom momento para reaproveitar a reabertura da economia, não só no Brasil, mas mundial. Neste ano ela tem demonstrado bom posicionamento estratégico, por meio diversas parcerias no exterior, voltando a entregar aeronaves, o que vemos como um forte indício de recuperação em relação ao ano passado, quando a fabricante passou por uma grave crise, em decorrência da pandemia e a desistência da Boeing no acordo anunciado de compra de parte da empresa brasileira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.